Dr. José Vieira de Carvalho


                                            

José Vieira de Carvalho nasceu no Lugar de Crestins, freguesia de Moreira da Maia, a 18 de Abril de 1938. Fez a instrução primária na Escola de Crestins, trendo como Mestre o Prof. Oliveira Andrade, com quem desenvolveu uma amizade que só a morte interrompeu. Ingressa depois no Colégio dos Carvalhos, onde concluiu os estudos liceais. Vai para Lisboa, instala-se no Colégio Universitário Pio XII, onde surge outra amizade indestrutível - a do Padre Joaquim Aguiar. Matricula-se na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde conclui a Licenciatura em Ciências Históricas e Filosóficas com altíssima classificação, defendendo na altura a «Tese de Licenciatura», subordinada ao título «O Mosteiro de S. Salvador de Moreira – Subsídios para a sua história», que a Câmara Municipal da Maia editou no décimo aniversário da sua morte. Na vida militar distingue-se não só como oficial mas sobretudo como docente na Academia Militar e como responsável pelo Centro Psicotécnico. Regressa à Maia, sendo então convidado para docente da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Neste estabelecimento de Ensino Superior ao longo de doze anos regeu as disciplinas de História da Cultura Portuguesa, História Moderna e Contemporânea, Paleografia e Diplomática e História Medieval de Portugal. Em 14 de Fevereiro de 1970 foi designado Presidente da Câmara Municipal da Maia, cargo que exerceu até Junho de 1974. Durante o período revolucionário de 25 de Abril, enquanto a democracia não se consolidou, foi perseguido, vindo a ser, em Março de 1975, privado da sua liberdade, sendo preso sem culpa formada, e libertado sem ser acusado. Em Janeiro de 1980, regressou à Presidência da Câmara Municipal da Maia, desta vez, na sequência da vontade popular, expressa em eleições livres e democráticas realizadas em 16 de Dezembro de 1979. Foi sempre reeleito até ao seu prematuro desaparecimento, justamente quando iniciava um novo mandato. Em 1993, liderou o processo de constituição da empresa Metro do Porto, S.A., integrando, desde o momento da sua fundação, o Conselho de Administração da empresa. Ocupou a Presidência da Junta Metropolitana do Porto entre 1998 e 2002. Foi Deputado à Assembleia da República durante cerca de 20 anos. Presidiu ao Conselho da Região do Norte. Foi membro do Comité das Regiões da União Europeia. Foi Presidente da Associação de Futebol do Porto, Fundador da Universidade Livre do Porto, Presidente do Conselho Científico do Instituto Superior da Maia - ISMAI e Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Maia. Faleceu a 1 de Junho de 2002.

Alguma Bibliografia: O Mosteiro de S. Salvador de Moreira – Instituição Valorizadora da Terra da Maia (1969); Que o que governa se comporte como o que serve (1995); A Regionalização para Portugal (1996); Da Maia para Portugal (2002); O Mosteiro de S. Salvador de Moreira – Subsídios para a sua história (2012).

José Augusto Maia Marques